Tratado de Lisboa em frente


Está para breve o remover do último obstáculo à entrada em vigor do Tratado de Lisboa. Vaclav Klaus, o eurocéptico presidente da República Checa, revelou, esta sexta-feira, ter ficado satisfeito com a resposta da União Europeia (UE) às reivindicações que apresentou como condição para a ratificação do documento.
Em comunicado, a Presidência checa revelou que «o Presidente Vaclav Klaus recebeu uma proposta da presidência sueca da UE que é uma resposta à sua reivindicação relativa à ratificação do Tratado de Lisboa na República Checa».
«Essa proposta responde às expectativas do Presidente e é possível trabalhar com base nela», lê-se no documento. Apesar da satisfação com a posição da UE, a Presidência da República Checa não divulgou os detalhes da proposta apresentada pelo presidente sueco.
No entanto, tendo em conta as objecções publicamente demonstradas por Klaus, é provável que Bruxelas tenha dado um sinal positivo à pretensão checa de que o Tratado de Lisboa inclua uma menção explícita à nulidade de eventuais pedidos de indemnização de cidadãos alemãs expulsos do território da antiga Checoslováquia, na sequência da II Guerra Mundial.

Read more

Seguidores

Número total de visualizações de página

Web hosting for webmasters